Economia

Emplacamentos de implementos rodoviários caem 13% de janeiro a setembro

O volume de emplacamentos de implementos rodoviarios realizados entre janeiro e setembro deste ano totalizou 41.630 unidades, o que representa uma queda de 13% em relacao aos 47.848 produtos emplacados no mesmo periodo de 2016, informou nesta sexta-feira, 6, a Associacao Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviarios (Anfir).

A entidade destaca que, no segmento de reboques e semirreboques (pesado), foram entregues 17.326 implementos nos primeiros nove meses do ano contra 18.469 unidades no mesmo periodo do ano passado, o que representa queda de 6,19% nas vendas. Porem, cinco dos 15 segmentos que compoem o setor ja apresentaram recuperacao. Sao eles basculante, bau carga geral, dolly, bau lonado e tanque carbono.

"Esse indicativo, em meio ao ambiente geral de retracao, corrobora a impressao do setor de que estamos em rota de recuperacao, lenta, mas sem oscilacoes para baixo", afirmou em nota Alcides Braga, presidente da Anfir.

Ja no segmento de carroceria sobre chassis (leve), foram entregues 24.304 unidades desde o inicio do ano, um recuo de 17,27% na comparacao com os 29.379 produtos distribuidos no mesmo periodo de 2016.

Exportacao

Assim como no mercado interno, a exportacao de emplacamentos tambem caiu. De janeiro a agosto de 2017 (ultimos dados disponiveis), foram vendidas 2.426 unidades para o exterior, 4,75% a menos que os 2.547 vendidos nos oito primeiros meses de 2016.Na tentativa de desenvolver as exportacoes do setor, a Anfir tambem anunciou a renovacao do acordo com a Agencia Brasileira de Promocoes de Exportacoes e Investimentos (Apex-Brasil)."As exportacoes obedecem outra dinamica nos negocios. A renovacao do acordo com a Apex-Brasil devera trazer mais dinamismo aos esforcos de internacionalizacao da nossa industria", disse em nota Mario Rinaldi, diretor executivo da Anfir.